SABE, EM MORRUMBALA: Escola e centro de Saúde encerrados por conta de ataques armados

 

DSC_0042-300x200 SABE, EM MORRUMBALA: Escola e centro de Saúde encerrados por conta de ataques armadosA sede da Localidade de Sabe, no distrito de Morrumbala na Zambezia, encontra-se desprovida de serviços básicos de saúde e educação devido o abandono dos professores e pessoal medico, que temem serem mortos pelos ataques atribuídos aos homens armados da Renamo e repostados pelas Forças de Defesa e Segurança -FDS.

Depois de um período bastante conturbado de ataques armados subsequentes iniciados de ambas as partes a vida da população da vila sede de Morrumbala voltou a normalidade, embora prevaleça o clima de medo e terror na localidade de Sabe.

No final do ano passado vários alunos não concluíram as aulas tendo imigrado para outras regiões da província devido aos confrontos armados em Sabe.

Os cidadãos ficaram vedados aos cuidados de saúde por culpa da tensão política militar instalada na região. Entretanto, os nossos entrevistados falam de redução dos ataques nos últimos dias, momentos de calma e tranquilidade na localidade de Sabe embora a situação ainda não esteja efectivamente controlada.

As autoridades Provinciais de Educação e Desenvolvimento Humano da Zambezia ordenaram a transferência dos Professores e alunos da Escola de Sabe para outros cantos te Morrumbala a fim de não perderem o ano lectivo 2016.

Alguns dos pais encarregados de educação preferiram mesmo sair do distrito temendo nova onda de confrontações armadas entre a Renamo e as forças Governamentais.

O comércio funciona a meio gás. Várias áreas ficaram afectadas. Há registo de pequenos agricultores e empreendedores que abandonaram a região. Alias, mesmo a entrada do cruzamento zero, em direcção ao distrito de Morrumbala o ambiente de negócios ficou afectado. lê se no semblante das pessoas um clima de medo e desconfiança.

Leia:  Cahora Bassa oferece carteiras a escola primária da liberdade
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas