Missão técnica do FMI fala de progressos sólidos com autoridades moçambicanas

FMI-MOZAMBIQUE-300x199 Missão técnica do FMI fala de progressos sólidos com autoridades moçambicanasA missão técnica do Fundo Monetário Internacional (FMI), que se encontra em Moçambique para avaliar o impacto das chamadas dívidas escondidas, declarou esta quarta-feira, em Maputo, ter alcançado progressos sólidos nas discussões que vêm mantendo com as autoridades moçambicanas.

“Tivemos muito boa troca de pontos de vista com o primeiro-ministro, com o ministro da Economia e Finanças e outros dirigentes, conseguimos progressos sólidos nas discussões sobre a avaliação da economia e em relação às futuras discussões entre o FMI e Moçambique”, afirmou, numa curta declaração aos jornalistas, o chefe da missão, Michael Lazare.

O chefe da missão do FMI falava após um encontro com o primeiro-ministro moçambicano, Agostinho do Rosário, e com o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, no âmbito de uma visita ao país, para a avaliação das implicações das dívidas que o Governo moçambicano contraiu entre 2013 e 2014, fora das contas do Estado.

A missão, que se iniciou no passado dia 16, é a primeira, desde que o FMI cancelou em Abril uma deslocação ao país, na sequência da descoberta de 1,4 mil milhões de dólares de empréstimos escondidos. Lusa

Leia:  QUELIMANE: Justiça pelas próprias mãos ganha terreno
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas