QUELIMANE: Crise de água potável em Icidua

MG_9174-300x200 QUELIMANE: Crise de água potável em IciduaMunícipes residentes no bairro icidua em Quelimane percorrem diariamente cerca de dez quilómetros em busca de água potável na sequência da falta de pressão nas torneiras desde que foi feita a ligação nas casas pelo FIPAG.

Cidadãos ouvidos pelo Semanário TXOPELA na unidade residencial do Icidua esta quarta-feira, dizem estar agastados com as autoridades e o FIPAG . Por dia tem de percorrer quilómetros de distancia para obtenção do precioso liquido e os custos de compra de um bidão de água é elevado, mulheres e crianças devem madrugar para o centro da cidade para ter acesso água potável a partir dos bairros mais próximos como é o caso do torrone velho e liberdade .

O custo de um bidão de 20 litros chega a 5 meticais dependendo da época agravado pela distância, a população recorre aos serviços dos táxi-ciclistas para minimizar, uma família em media precisa de quatro bidões por dia.

O bairro de icidua na cidade de Quelimane é tido como um dos mais pobres da autarquia e conta um universo de mais de 4 mil habitantes e a sua principal actividade económica tem sido a pesca.

Leia:  Quatro mil livros para escolas do País
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas