Reclusos da penitenciária provincial da Zambézia reclamam morosidade na tramitação de processos

Captura-de-ecrã-2016-08-13-às-08.54.05-300x188 Reclusos da penitenciária provincial da Zambézia reclamam morosidade na tramitação de processosReclusos da penitenciária provincial da Zambézia reclamam da morosidade na tramitação de processos através do ministério público.

Estas e outras questões foram aparentadas a primeira comissão dos assuntos constitucionais direitos humanos e de legalidade na manha desta sexta-feira numa visita de trabalho, efetuada por aqueles deputados para se inteirar do ponto de situação da legalidade naquele estabelecimento penitenciário.

O presidente da comissão dos assuntos constitucionais direitos humanos e de legalidade, Edson Macuacua, disse que neste momento estão a ser criados novos dispositivos legais por forma que as penas sejam convertidas em multa ou em trabalhos comunitários.

A penitenciária provincial de Quelimane foi projetada para albergar 250 reclusos e actualmente conta com 750 reclusos apresentando-se super lotada.

Leia:  Fogo nos depósitos de lixo em Quelimane: Fenómeno novo e perigoso
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas