“Tolerância zero ao roubo e contrabando de medicamentos”- Abdul Razak

medicamentos-300x200 "Tolerância zero ao roubo e contrabando de medicamentos"- Abdul RazakO governador da Província da Zambézia Abudul Razak mostra-se preocupado com o contrabando de medicamentos que se regista nos últimos dias em alguns distritos desta Província.Falando há dias ao seu executivo no decorrer da XIII sessão do governo provincial, o governador da província da Zambezia disse que para alem dos homens armados da Renamo que tem saqueados medicamentos em algumas unidades sanitárias há registo de contrabando e venda de medicamentos por parte dos profissionais de saúde em alguns distritos da Província dai a necessidades dos governos distritais, de a usar o poder do estado para retirar da circulação estes medicamentos contrabandeados.

Razak disse que este facto de contrabando de medicamentos pode estar associado, com algumas clinicas ou farmácias que tem vendido medicamentos do estado tendo apelado o executivo para a sua vigilância. Refira-se que a província da Zambézia tem um estoque de medicamentos para os próximos três meses sendo que a sua distribuição iniciou no passado dia 15 do mês corrente.

Leia:  A força do boato na província da Zambézia: uma reflexão sociológica do fenómeno dos “chupa- sangue ” no distrito de Milange
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas