Movitel é multada com cerca de 90 mil meticais

Por roubar energia

Movitel é multada com cerca de 90 mil meticais

 IMG_2457-300x200 Movitel é multada com cerca de 90 mil meticais

Quelimane (Txopela) – A operadora de telefonia móvel, Movitel, em Quelimane foi multada pela Electricidade de Moçambique (EDM), com cerca de 90 mil meticais por ter feito algumas “artimanhas” algures nesta parcela e por via disso consumir energia de maneira ilegal.

Esta informação foi recentemente avançada pelo Eng. Gildo Marques, chefe de operações da Electricidade de Moçambique, área de Quelimane, em entrevista exclusiva ao Jornal Txopela, quando questionado para falar da situação de consumo ilegal de energia por parte dos cidadãos, situação que já há bastante tempo vem preocupando a Electricidade de Moçambique.

Só nos primeiros oito meses, portanto, de Janeiro a Agosto findo, mais de trezentos clientes foram surpreendidos, consumindo energia de maneira ilegal, explicou o nosso interlocutor, tendo acrescentado que destes, há empresas envolvidas tendo citado como exemplo a Movitel.

De acordo com a fonte, a situação de consumo ilegal tem estado a trazer muitas desvantagens para a Electricidade de Moçambique e principalmente para os cidadão e como foi anteriormente sublinhado, este problema já tem barbas brancas e como forma de minimizar nos últimos tempos tem-se estado a redobrar os níveis de vistoria nas residências e aliás, estes casos detectados foi graças a trabalhos sistemáticos de inspeção.

Director da Movitel diz não ser verdade

Entretanto, a Reportagem do Jornal Txopela fez-se às instalações da empresa de telefonia móvel visada (Movitel), para junto da direcção perceber como realmente teriam chegado a este ponto, mas todo esforço redundou em fracasso.

No primeiro dia, portanto, sexta-feira (2) de Setembro, após termos exposto a nossa pretensão de falar com o director da instituição, Sr. Jeremias, o profissional pediu um estante para anunciar a nossa presença e de seguida trouxe a notícia “director disse que não pode falar hoje porque tem uma visita e está reunido, podem voltar amanhã”.

Leia:  Manuel de Araújo eleito vice-presidente do ICLEI África

No referido amanhã, sábado 3, lá fomos nós e a resposta era de esperar, “o director hoje não veio, acho que foi a igreja só podem vir na segunda-feira”, – disse o pessoal da recepção.

Na tarde do mesmo sábado, procuramos contactar telefonicamente o Sr. Germias. Colocada a questão, este limitou-se em diz que a movitel não consumiu energia de maneira ilegal e pelo contrário tem boas relações com a Electricidade de Moçambique. (TXOPELA)

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas