Distrito de Molumbo: Governo aposta em infra-estruturas

Quelimane (Txopela) – Construção de infra-estruturas para o funcionamento de órgão do estado e não só, continua preocupação do sector de Infra-estruturas e porquê não do governo do recém-criado distrito de Molumbo, norte da província da Zambézia.
Esta informação foi recentemente prestada por Severa Xavier, Director distrital de Planeamento e Infra-estruturas daquele distrito em entrevista, onde deu a conhecer de maneira sumaria a situação do distrito do ponto de vista de infra-estruturas.

IMG_5480-300x200 Distrito de Molumbo: Governo aposta em infra-estruturas

Imagem Ilustrativa

Como é sobejamente sabido por todos, Molumbo foi elevado à categoria de distrito em 2014 e antes fazia parte do distrito de Milange. Nesta perspectiva, a fonte avança que quando o distrito foi elevado a esta categoria, começou com a construção de Secretaria na Localidade de Nangoma, está em curso a construção da Sala de Sessões do Governo distrital e outras que visam acomodar o funcionamento dos órgãos do Estado.
Segundo apuramos ainda, Molumbo conta com cerca de 137 furos e água que fazem uma cobertura de 29%, uma fasquia ainda distante do desejado. Só para se ter uma ideia, o director de infra-estruturas aponta 330 furos de água para necessários para fazer a cobertura dos 100%.
Para ir dando resposta de maneira paulatina a este problema, a fonte assegura que ainda destro deste ano serão construídos mais 45 furos de agua e isto poderá coincidir com a reabilitação efectiva do pequeno sistema de abastecimento de água existente na cede distrital e após a efectivação, cerca de 8000 habitantes poderão sair do dilema de falta do precioso liquido.
Além disso, o nosso interlocutor fez saber que há alguma dificuldade ligada a transitabilidade para o distrito mas é uma situação que tem estado a merecer atenção por parte das autoridades a título de exemplo a ponte sobre o rio Mucheia que desabou na situação calamitosa do ano passado e outras duas ao longo do mesmo troço, portanto, Molumbo-Magige. Na mesma vertente, segundo a mesma fonte,  decorre construção de aquedutos no troço Molumbo-Coromana, obras em estado de execução avançado e que ao concluir-se poderá dar uma outra dinâmica a mobilidade de pessoas e bens. (Jacinto Castiano)

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas