Última hora: Tentativa de roubo, gatuno escapa a morte

Quelimane (Txopela) – Um cidadão cuja identidade não foi possível apurar, escapou a morte após ter ensaiado um roubo de bateria de uma viatura ao longo da Av. Samora Machel na cidade de Quelimane.
Segundo testemunhamos, quando o proprietário da viatura o interpelou, este pós-se em fuga e introduziu-se nos salgueiros ao longo do Rio dos Bons Sinais, local onde permaneceu por cerca de 30 minutos.
O proprietário da viatura, constituiu uma equipa de dois indivíduos que foram a sua procura e o encontraram coberto por ramos de salgueiro para que não fosse descoberto, mas a sorte não o acompanhou.
Levado à superfície, populares posicionados ao longo da Av. Marginal, o espancaram até que este vendo a gravidade dos golpes, refugiou-se a loja Movitel, onde estava posicionada uma agente policial que o protegeu.

IMG_4937-300x200 Última hora: Tentativa de roubo, gatuno escapa a morte

Viatura na qual queria ser retirada bateria

Pedro Joaquim, proprietário da viatura invadida, conta que foi por volta das 9 horas deste sábado (1 de Outubro), quando descia do prédio onde mora, viu o cidadão com bateria do carro nas mas e por acaso já tinha desmontado. “Eu perguntei o que esta a fazer e ele responde, aquele senhor que esta ai mandou-me para tirar essa bateria, eu insisti, como se chama esse senhor que lhe mandou, e na mesma ora agarrei pelo braço e ele escapuliu e pós-se em fuga”, – disse a fonte.
O nosso entrevistado conta que não é a primeira vê que isto acontece, segundo explicou, vezes sem conta já foram encontradas viaturas sem bateria e os que roubavam nunca vinham a superfície.
O nosso interlocutor manifestou sentimento de preocupação quando apontou a falta de protecção por parte da polícia. “Eu pensava que roubo de baterias mas esta vez foi possível encontra alguém a roubar pelas 9 horas, tem ATM bastante movimentada aqui perto e o homem está aí a tirar a bateria normalmente como se fosse o dono, sem que ninguém o interpelasse, tem polícias em redor, segurança da ATM, e cidadão mas todos a assistir.
A fonte disse na ocasião que as autoridades policiais particularize devem fazer um pouco mais do estão a fazer para amealhar confiança dos cidadão, para os quais foram constituídos. “Nos últimos tempos Quelimane é uma cidade com muitos crimes”, – Lamentou.
Por seu turno, Ezequiel José ordem, cidadão que apanhou o gatuno

Leia:  EDITORIAL: Sr. Governador Razak, disciplinar seus quadros!

Tentamos na altura falar com o larápio que estava sob protecção da polícia no interior da loja Movitel, mas esta impediu e alias, ate proferiu palavras insultuosas à reportagem do Jornal Txopela, alegado não ter chamado ninguém para reportar o facto, pois no seu entender para que a imprensa reporte factos, deve esperar alguma solicitação, ficando uma vez mais claro, que a liberdade a imprensa é ainda algo inexistente para aquela agente da policia. (Jacinto Castiano)

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas