Deus esta esquecendo a pátria amada — Belcio Mahoho

Apólogo vai, fábula vem…

Lágrimas viraram rios,

Rumos se seguem e a tal Pátria amada

Vai virando Pátria desalmada

Vampiros humanizados moldam uma congratulada Terra

Em sua propriedade

Quanto mais economias forem,

Mais natalidades substituídas por mortalidades

E estes lobos remodelam a tal Pátria…

Em selva

Aproveitam da coroa

Como ponte pra encurtar a esperança de quem queira abrir a matraca

Pra certenizar

Feridas viciadas…

Deus apareceu, montou suas capelas, confiou as chaves aos tecelões de lutos e…

Se foi…

Cá, as vezes não precisa se carregar a morte

Pra abrir os portões do inferno…

A cada faceta consegues ver os chifres do diabo

Gotejando gula a procura da próxima vitima…

Filhos são silenciados sem perceberem que é por causa

Das suas próprias orações…

Quando mais choram

Mais são carregadas suas almas ao forno do ancinho…

E Deus só se ouve dizer

Porque ainda o caminho de onde veio

Sente-se o suor de sua neve…

Deus, está esquecendo a Pátria Amada

Leia:  Tráfico de drogas em Quelimane com nova roupagem: Mulheres estão no comando do crime
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas