Prevalência de HIV: Zambézia no Top 6

18639247_304-300x169 Prevalência de HIV: Zambézia no Top 6Quelimane (Txopela) – A província da Zambézia é a sexta com maior índice de seroprevalência de HIV-SIDA a nível do país, apesar dos esforços que vindos a ser feitos pelas autoridades sanitárias da província.
De acordo com dados patentes num documento oficial do Núcleo Provincial de Combate ao HIV-SIDA da Zambézia, a que tivemos acesso em Outubro findo, no contexto do Balanço das Actividades de Resposta Provincial ao HIV-SIDA, Janeiro – Setembro de 2016, os níveis de prevalência continuam a tirar sono não só na província como noutros pontos do país.
Em termos percentuais, Zambézia está na casa dos 12,6%, sendo a sexta província mais afectada em ter-mos comparativos.
A província da Gaza é a mais afectada com 25.1%, de seguida Maputo Província com 19.8%, Maputo Cida-de com 16.8%, Sofala 15.5%, Manica 15.3% Zambézia 12.6%, Cabo-Delgado 9.4%, Inhambane 8.6%, Tete 7.0%, Nampula 4.6% e província do Niassa com 3.7%, sendo esta com a menor taxa de seroprevalência.
As autoridades tem vindo a avançar que a melhor maneira de contornar o HIV é a prevenção através do uso de preservativo nas relações sexuais, fidelidade isto para as idades sexualmente activas e para as cri-anças abstinência ou seja, deixar o sexo para mais tarde.
HIV-SIDA, é uma das doenças que mais tem estado a dizimar vidas humanas em Moçambique e a nível internacional, esforços estão sendo feitos para possibilidade de cura mas até então ainda não há resultados finais, pelo que, a prevenção continua sendo a medida mais eficaz. (Ernisio Daniane)

Leia:  Centro de Integridade Publica acusa a PRM de limitar o exercício da cidadania
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas