CAMPANHA AGRÍCOLA 2016-2017: Derre espera produzir mais de 140 mil toneladas de produtos diversos

SECA-1-300x168 CAMPANHA AGRÍCOLA 2016-2017: Derre espera produzir mais de 140 mil toneladas de produtos diversosQuelimane (Txopela) – As autoridades governamentais no distrito de Derre, estão optimistas quanto ao alcance das metas em relação a campanha agrícola, 2016-2017. A garantia foi dada pelo administrador daquele distrito, Santiago Marques em entrevista ao Jornal Txopela.

Santiago aponta a queda de chuvas de maneira regular na sua circunscrição, como sendo o principal indicador para o alcance de tais metas. Ao que apuramos, Derre espera lavrar uma área de cerca de 52 mil hectares e desta já foi lavrada acima de 47 mil, portanto, há um cumprimento na ordem de 91,2%.

Tendo em conta que o distrito tem agricultura como a base económica da população, aliado ao facto de Derre ostentar a categoria de distrito a três a nos e que precisa de se afirmar cada vez mais na componente económica, o dirigente diz que será necessário produzir-se mais, todavia para isso tinha que haver parque de maquinas que conferissem alguma robustez ao processo.

A fonte disse no entanto, que se o distrito tivesse um parque de máquinas poderia ir muito mais do que está a fazer do ponto de vista de produção agrícola.Naturalmente que parque de máquinas viria dar uma mais-valia àquilo que é a produção agrícola nas associações e famílias, mas neste momento continuamos a trabalhar normalmente na produção e aquilo que planejamos iremos cumprir”, – disse a fonte.

Tal como noutros pontos do país, no distrito de Derre, a produção agrícola é feita na base de individual e colectiva (associações), acompanhadas por apenas três extencionistas. “Mesmo com o número reduzido de extencionistas que temos o distrito de Derre na campanha 2014-2015 arrecadou o título de melhor extencionistas a nível nacional”.

O administrador do Derre, refere que caso as metas agrícolas sejam alcançadas, o distrito poderá conhecer uma evolução na ordem de 84%.Em resposta a orientação presidencial, o distrito de Derre elegeu como culturas de bandeira, milho e mandioca na componente alimentar e feijão bóer na componente comercial.

Leia:  Quatro mil livros para escolas do País

Derre é produtora de diversas culturas algumas das quais, milho, mapira, gergelim, feijão bóer e mandioca. Refira-se que a corrida pelo cumprimento das metas agrícolas naquele distrito, faz parte do cumprimento do imperativo nacional deixado pelo Chefe de Estado, Filipe Nyusi, aquando do lançamento da campanha agrícola 2016-2017, no distrito de Mopeia, “agricultura, missão 2016-2017”.

Desafios 2017

Tendo em conta que Derre é um distrito recém-criado, a falta de infra-estruturas para o funcionamento dos órgãos do Estado e não só, rede comercial segura e corrente da rede nacional. Neste último ponto, ficamos a saber de que o distrito consome diariamente cerca de 40 litros de diesel feitas as contas, pelo actual preço do produto (49.26) meticais, o distrito despende mensalmente cerca de 60 mil meticais para aquisição.

Entretanto, o Jornal Txopela sabe que existe a nível do governo provincial um plano para electrificação daquele distrito mas não há recursos financeiros, embora os levantamentos para efectivação do projecto já existam.

Santos Marqueis foi mais longe ao apontar um plano a curto prazo referente a colocação de um subsistema de abastecimento de água.

“Até hoje temos estado a alimentar a população a partir de fontes e tudo indica que também até finais deste ano, teremos um subsistema, já há fundos e tendo em conta que ainda este ano poderão ser contempladas mais dez furos de água, posso afirmar que estaremos numa cobertura de aproximadamente 90 %”.

Para mediatizar a rede comercial, o administrador refere que tem estado a manter contactos regulares com os cidadãos, incentivando para as feiras comerciais e paralelamente a isso, há um trabalho que visa convidar os investidores ao nível da província e não só para investir naquela circunscrição. A fonte assegura que quando o distrito tiver a corrente eléctrica da rede nacional os processos de desenvolvimento poderão ter mais fluidez.

Leia:  BIM apoia a reconstrução da Feira de Actividades Económicas em Quelimane

“A energia é o pai de tudo, quando o distrito de Derre tiver energia, naturalmente estaremos a fluir em todos vertentes, infra-estrutura, transporte e outras áreas”.

Paz é bem-vinda!

Sabe-se que Derre, desmembrou-se a três anos do “distrito mãe” Morrumbala, tido como um dos mais conflituosos e cujo alastramento abrange aquele distrito. Aliás, é do conhecimento da maioria que Guerrissa, um dos postos administrativos do distrito teria sido alvo de ataques dos homens armados da Renamo, embora sem lograr intentos.

Olhando para a calma existente um pouco por todo território nacional, motivada pela trégua, em vigor, Santiago Marques, disse que a paz é bem-vinda para todos moçambicanos. “Temos fé e esperança que em breve alcançaremos a paz duradoira que será uma bênção para todos moçambicanos”, – referiu. #

 

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas