ÉPOCA CHUVOSA: Mocuba prepara-se para o pior

Jacinto Castiano

DSC_0572-300x201 ÉPOCA CHUVOSA:  Mocuba prepara-se para o piorQuelimane (Txopela) — As autoridades sanitárias no distrito de Mocuba estão preocupadas com o que poderá acontecer nos próximos tempos ao nível do distrito, tendo em conta que o Instituto Nacional de Metrologia (INAM), prevê chuvas com tendência para acima do normal, nos primeiros três meses do ano em curso.

Mocuba tem sido quase que de maneira cíclica afectado por fenómenos extremos, por causa da sua localização geográfica. Aliás, o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), considera que é uma zona de alto risco face a eventos climáticos.

Dionísio Maitor, director do sector naquele que é o segundo maior centro urbano da província da Zambézia, referiu em exclusivo em entrevista ao Jornal Txopela, que há um conhecimento pleno do que pode advir, caso a previsão do INAM se materialize.

Maitor explica que diarreia, cólera, malária são patologias propícias quando tais fenómenos abatem-se sobre o distrito e avança alguns passos, “Nos como saúde estamos a coordenar as actividades junto ao INGC para fazer face a eventuais situações”.

A fonte garante que meios e fármacos já estão acautelados para fazer face a eventuais situações. O director dos Serviços Distritais de Saúde Mulher e Acção Social do Distrito Autárquico de Mocuba, explica que foi feito um levantamento das necessidades de forma atempada e a Direcção Provincial de Saúde respondeu positivamente e neste preciso momento os medicamentos já foram distribuídos pelas unidades sanitárias, pois, em casos de chuvas fortes, teme-se que haja intransitabilidade para algumas unidades sanitárias.

Leia:  Moçambique e Botswana pretendem criar Museu Samora Machel
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas