Será que há mulher bonita?

O sonho de um homem é ter uma mulher bonita, mas os de um grande homem é ter uma mulher sabia e vice-versa, é como li.

Os homens quando ainda não são homens, projectam sua vida para dentre vários sucessos, serem bem sucedidos nas mulheres e encontrarem mulheres que tem um gabarito daqueles, isso é óbvio, mas quando chega a fase da maturidade começam a aproximar-se algumas visões e outras distorcem-se e já é possível ouvir “eu preciso uma boa mulher”, mas de que mulher se refere? Homens já lutaram, já foram capazes de criar inimizades com seus grandes amigos e até familiares por causa de mulheres “bonitas”, mas se estas mulheres bonitas fossem “grandes mulheres” certamente, na minha leitura, não haveria estes problemas.

Todos sabemos contemplar o belo. O conceito de belo ou feio é relactivo, pois, o homem é a medida de todas as coisas, como se refere Protágoras, filósofo grego.

Ainda assim, há pessoas que honestamente falando reúnem consensos do ponto de vista de beleza e se questionar um universo de 4 pessoas, três afirmarão a sua beleza, portanto, essa pessoas é bonita. Mas existe mulher bonita?

Como se afirma a beleza de uma mulher? Pelo rosto, pela forma de como se veste, pela sua formosura ou por combinação destes e outros elementos? Se for por combinação destes elementos, certamente que ninguém ou poucas, diga-se, podem reunir todos estes, – é como lí.

A nossa sociedade está cada vez mais mergulhada em situações de adultérios, parece que as pessoas esqueceram-se dos mandamentos de Deus e se não se esqueceram, não os conhecem. Alguma gente trai seus parceiros porque estas não estão a corresponder as expectativas em vários âmbitos, ou porque não sentem amor suficiente e outros ainda traem porque a mulher por causa da qual traiu é “bonita”, é sobre esses que recai a nossa leitura.

Leia:  Fé e Razão caminham juntos (I): Teologia é Antropologia

O que sua mulher não tem? O que encontras noutra que não se possa encontra na sua? Beleza? Se for o caso, a beleza é por nós feita.

Quando se esta no período de namoro, “eu te amo, você é tudo para mim, como você não há, entre outros adjectivos. Anos se foram, “você não serve para nada, se soubesse não teria lhe levado, você é maldição em acto, porcaria de gente” entre outros adjectivos. Como?

Eu me questiono, para onde foi aquela beleza que tu vias nos dias de namoro, para onde foi a mulher gostosa que te referias incessantemente, será que as qualidades desapareceram? Ela é quem mudou? Quanto a minha leitura, não é assim.

O problema está em si homem. Olhe atentamente nesta mulher que há x anos você elogiava, não perdeu nada, continua a mesma, portanto, o problema está em si.

A beleza faz-se. Invista nela, partilhe seus sonhos e expectativas, assim ela entenderá a sua linha de pensamento e ajude-lhe a construir sua “torre da felicidade”. Não existe mulher bonita. Você é quem faz a mulher ser bonita, valorizando-a, em todas vertentes. Não pense que seus problemas os outros não vivem. Porque tem que ser você a lamentar se sua mulher se a pessoa para quem lamentas nunca lamentou da sua. Abre olho.

Incrível, a mesma mulher que nada é levada por outro homem “paquerada”, você cria poeira na água, porquê?

Amai-vos de verdade e tudo será lindo. Amai-vos sem fingimentos, se não gostou de algo diga, se errou peca perdão, se criou equívocos esclareça, assim, o duro torna-se suave.

“Tudo a cima se pode dizer das mulheres também”.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas