Calar? Jamais!

IMG_6844-300x257 Calar? Jamais!

Zito Ossumane, Director do Jornal Txopela

A liberdade de expressão é um direito fundamental, base de toda sociedade democrática. Não à toa, em tempos de avanço do conservadorismo e de ruptura democrática em nosso país, as violações à liberdade de expressão têm se intensificado. Da repressão aos protestos de rua à censura privada ou judicial a conteúdo nas redes sociais, passando pela violência contra comunicadores, pelo desmonte da comunicação pública e pelo cerceamento de vozes dissonantes, nossa diversidade de ideias, opiniões e pensamentos tem sido sistematicamente calada.

Hoje testemunhamos mais um episódio destes em que um titular de um cargo decidiu amedrontar um profissional da Rádio Quelimane FM, uma estação radiofónica que emite a partir de Quelimane por ter vinculado nos seus serviços noticiosos uma notícia, onde alguns cidadãos denunciam o comportamento astuto e nocivo do tal chefe, em suma é acusado de corrupção. Ofendido ou por estratégia de distracção usando seu poderio engendrou uma queixa à PRM que culminou com a notificação do jornalista daquela estação, feitas as contas depois da audiçãonão houve efectivamente violação de nenhum preceito que regula a actividade jornalista e nem a lei de imprensa moçambicana, o que houve é que o queixoso renunciou o direito ao contraditório e a noticia publicada como é evidente não lhe agradou e tentou reprimir, intimidar e insultar a estação e aos seus profissionais, de resto ficou manifesto uma mais vez mais as artimanhas usadas para calar os órgãos da comunicação social, enfim o bom senso perdurou, alias a intervenção do Sindicato Provincial de Jornalistas na pessoa do seu representante Teófilo Moronha foi determinante.

As verdades doem mas é preciso compreender de que os jornalistas não as fabricam, quando estes chegam o facto já ocorreu e simplesmente limitam-se em narrar, por isso solicitamos uma vez mais maior colaboração na denúncia dos prevaricadores na função pública para chamar a atenção da sociedade para a seriedade e o impacto das suas actividades que não obedecem os princípios legais emanados pela Constituição da República.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas