Má gestão na campanha de distribuição de redes mosquiteiras gera tumultos em Ile

DSC_0034-300x200 Má gestão na campanha de distribuição de redes mosquiteiras gera tumultos em IleQuelimane (Txopela) — O Administrador do distrito do Ile, província da Zambézia, reage com desagrado a informação da detenção de seis registradores envolvidos na campanha de distribuição das redes mosquiteiras. Falando ao Jornal Txopela, Ismael Oria explicou que houve falta de comunicação entre os profissionais da Saúde e os registradores sobre os valores e a modalidade de seu pagamento.

A detenção dessas pessoas ocorreu na passada sexta-feira na Vila do Errego, distrito de Ile, alegamente por terem criado agitação comprometendo a ordem e tranquilidade públicas. Embora os familiares e colegas dos detidos tenham explicado que os mesmos, estavam apenas a reivindicar o pagamento dos seus subsídios como registadores.

Os detidos são acusados ainda de vandalização da casa do director distrital da Saude, mulher e acção social no Ile. Os manifestantes, partiram vidros da janela da residência do director distrital da Saude, mulher e acção social no Ile, e detonaram gasolina em sua casa, como objectivo de incendiar.

Em resposta, a polícia da Republica de Moçambique no Ile, prendeu os principais manifestantes daquele grupo.

Leia:  Operação Caco limpa Avenida dos Heróis de Libertação Nacional
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas