CENSO 2017: Razak apela a participação massiva da população

A família Razak foi a primeira a recensear ao nível da província da Zambézia 

IMG_9259-300x200 CENSO 2017:  Razak apela a participação massiva da populaçãoQuelimane (Txopela) — O governador da província da Zambézia, Abdul Razak apela à população Zambeziana a participar massivamente no processo de recenseamento populacional a ter lugar em todo o espaço geográfico moçambicano, o timoneiro falava esta terça-feira momentos após o acto de recepção dos agentes recenseadores em sua residência protocolar onde forneceu todos os dados relativos a sua família.

Razak apela para que os cidadãos não deturpem a informação fornecida aos agentes recenseadores. Falando aos jornalistas presentes no acto de seu recenseamento, aquele dirigente disse ser muito importante que a população forneça aos recenseadores toda a informação relevante para o processo de recolha de dados que terá a duração de quinze dias. “Temos que receber os recenseadores nas nossas casas e fornecer todos os dados que eles forem a pedir porque essa informação será relevante para o desenho de políticas futuras do país. Pretendemos com este Censo saber quantos somos em termos de número, onde vivemos, como vivemos, quais são as nossas condições materiais e de saúde”. — Disse Abdul Razak.

Num outro desenvolvimento, aquele dirigente disse ser este o momento ideal para o Governo de Moçambique poder desenhar estratégias e politicas certas para a melhoria das condições de vida dos moçambicanos como a concepção de infra-estruturas socioeconómicas.

Condições criadas para a cobertura total da província

Em entrevista exclusiva ao Semanário Txopela, Armando Terenha, Delegado Provincial do Instituto Nacional de Estatística, disse estarem criadas todas as condições para que o processo de recolha de dados seja efectivo, eficiente e íntegro. Armando Terenha disse que a Província está a movimentar cerca de 13.79 (treze mil, setenta e nove) recenseadores, 4.87,2 (quatro mil, oitocentos setenta e dois) controladores e 62 (sessenta e dois) formadores regionais que estão a assumir o papel de supervisores, para além de (04) quatro supervisores provinciais. “Estes colegas estão neste momento no terreno e para que o seu trabalho seja realmente eficiente, recebemos (14) catorze viaturas que alocamos a igual numero de distritos e para aqueles distritos que não tiveram viaturas tivemos apoio por parte das direcções provinciais que nos apoiaram com os seus recursos, portanto podemos dizer que a partir das zero horas de hoje (01 de Agosto) arrancou o Censo em toda a província”.- Garantiu de Armando Terenha.

Leia:  Município de Quelimane tenciona abaular vias terciárias em todos os bairros da urbe

Para além das viaturas, o Instituto Nacional de Estatística, Delegação da Zambézia recebeu, cerca de mil e oitocentas bicicletas que serão distribuídas pelos distritos e esperam ainda receber algumas motorizadas para a dinamização das actividades.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas