MISTURAS AGRESSIVAS — DANILO TIAGO

Danilo-Tiago-240x300 MISTURAS AGRESSIVAS — DANILO TIAGOA decisão da minha transferência já havia sido tomada desde Junho de 2016. Faltava apenas a materialização dessa transferência.   Eu, um chefe da Localidade de Minkokwene, o colectivo de direcção do meu partido havia decidido que por mérito próprio eu iria ascender a categoria de chefe de um posto administrativo. Não seria chefe do posto administrativo de Minkokwene, merecia mais do que isso, seria chefe de um posto administrativo não de um vilarejo, mas sim de uma vila.
Quando dei a notícia a minha esposa Gertrudes Namwimba, a euforia foi total. A cada promoção, a conta, o salário engorda com certeza e Gertrudes, calculista que é não pensava noutra coisa que o trono de ser esposa do Chefe do Posto Administrativo, as amizades que ela atrairia por causa disso, os benefícios de ser esposa de Sua Excelência esposa do Chefe do Posto Administrativo…

Dezembro chegou, a espera era tanta que finalmente a minha saída de Minkokwene era já uma realidade.

Vou a Esquina 71, despedir – me daqueles que durante meia década se transformaram em meus eternos amigos, a minha verdadeira família. Há quem diga que a família é um porto de abrigo num mundo sem coração. Eu subscrevo na íntegra.

Cheguei a Esquina 71. Mandei uma garrafa de Jameson, só para começar. Já não se tratava de doses, era a própria garrafa que eu queria tomar e depois pilar.
Jameson se foi. Não lhe dei tempo para o contraditório, sorvi – o sem condescendência.
Veio a vez da Cerveja. Mac – Mahon, Manica, Castle lite…tudo bebi.
Porque a gula era tanta e as doses cavalares do álcool não faziam o efeito desejado, pedi uma tequila, depois veio a sambuca, nem com isso…

Leia:  A DOR DA PERDA…! —Danilo Tiago

Restava – me experimentar Rhino, dizem que é tiro e queda. Os mais sabidos na matéria aconselharam – me que tomasse Lord Gin. Que venha o Senhor Gin.Bati num ápice. Era hora de recolher aos aposentos…fui cambaleando. Mas cheguei.No dia seguinte, a ressaca tomou conta de mim.

Gemia, tremia, parecia estar no leito da morte, num completo estado de agonia.A Maricruz, a minha sobrinha enfermeira aconselhou que me levassem ao Centro de Saúde de Minkokwene. Chamaram a ambulância e imediatamente fui levado ao Centro. O exame de plasmodio não acusou. Sujeitaram – me a uma pilha de exames, cujo resultado foi sempre o mesmo: Negativo.

Kibiriti, o médico decidiu por em fim que devia ser internado, apenas para um repouso, dito e feito, ingeri soro até… No fundo, eu sabia a razão do meu mal – estar: ERA O EFEITO DE MISTURAS AGRESSIVAS…

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas