“Renamo promete vitória esmagadora na Zambézia”

Abdala Ossifo em entrevista exclusiva ao Jornal Txopela

Abadala-Ossifojpg-300x200 “Renamo promete vitória esmagadora na Zambézia”Quelimane (Txopela) — Numa entrevista exclusiva concedida ao Semanário Txopela recentemente em Quelimane, Abdala Ossifo, Delegado Provincial do partido Renamo na Zambézia anunciou estarem criadas todas as condições para que aquela formação política saia vitoriosa nos próximos pleitos eleitorais. Abdala Ossifo, disse que o seu partido encontra-se preparado para vencer as eleições de nível autárquico e geral que se avizinham, de forma esmagadora e sem hipóteses de manobras para os seus adversários.

O nosso entrevistado começou por lamentar a forma como os escrutínios tem sido conduzidos nos últimos anos apontando falhas que classificou de graves que incluem “neutralização da vontade popular”.

A Delegação da Renamo ao nível da Província da Zambézia encontra-se em trabalhos de campo como o objectivo de revitalizar as massas e tranquilizar os populares sobre a situação “ (…) como o nosso nome diz, nos somos uma resistência e nunca desistiremos até que os direitos dos cidadãos comecem a ser respeitados neste pais e a opinião dos eleitores comece a ser respeitada pelos órgãos que gerem o processo eleitoral em Moçambique”. Disse Ossifo.

“Renamo sempre foi o partido mais votado”

O nosso entrevistado teceu duras críticas aos órgãos que gerem os processos de eleição na província advogando que o seu partido foi sempre o mais votado em todos os pleitos eleitorais anteriores, mas os resultados vinham sendo manipulados sistematicamente pela Frelimo em conluio com funcionários daquele órgão. Abdala Ossifo refere que 2014 foi um momento histórico dado que marcou-se uma reviravolta importante para o seu partido, resultando na vitória ressoante da Renamo, quer em termos de representação da Província na Assembleia da Republica, quer na Assembleia Provincial e garante que desta vez, a realidade será diferente visto que o seu partido está a preparar-se o mais cedo possível para reverter o cenário que tem sido recorrente e que segundo ele, não tem agradado a população da província da Zambézia e acrescenta: “Temos visto que as pessoas anunciam resultados que dão alguma vantagem aos nossos adversários, fruto das neutralizações das vontades dos eleitores e neutralizações dos verdadeiros resultados; quando encontramos rasuras nos editais, quando os presidentes das mesas de votos são manipulados no sentido de não fornecerem os editais aos delegados de candidatura, esses são indicadores claros de que os processos eleitorais não têm sido transparentes, livres e muito menos justos”.

Leia:  Mingas encanta Brasil no lançamento do documentário Karingana

Num outro diapasão, Abdala mostra-se satisfeito com o nível de aceitação que as suas brigadas tem recebido por parte dos seus membros, simpatizantes e da população em geral, em todos os distritos por onde passam e agradece a todos os que segundo ele, “não se deixam intimidar pelo sistema e vão participar dos comícios realizados pelas brigadas, mesmo sabendo que correm risco de ser marcados faltas nos postos de trabalho ou receber tratamento desumano nos mais diversos postos de prestação de serviços públicos. Encontram-se no terreno para trabalhos de mobilização, deputados da Assembleia da República pela bancada da Renamo pelo círculo eleitoral da Zambézia.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas