DEAN PITTMAN EM QUELIMANE “As casas de Icídua são realmente resilientes”

Casas-resilientes-em-Icidua-Quelimane-300x150 DEAN PITTMAN EM QUELIMANE “As casas de Icídua são realmente resilientes”Quelimane (Txopela) — O Embaixador dos Estados Unidos da América em Moçambique, Dean Pittman disse no passado Sábado 16 de Setembro que as casas modelo que estão sendo construídas no bairro municipal de Icídua são realmente resilientes a mudanças climáticas e que oferecem condições de segurança adequadas para locais situados à beira da costa e susceptíveis as calamidades que a natureza tem proporcionado.

O representante de DonaldTrump em Moçambique fez esses pronunciamentos após ter conferido junto do Presidente do Conselho Municipal de Quelimane Manuel de Araújo, a qualidade das obras de construção de doze casas resilientes a mudanças climáticas que estão sendo construídas no bairro de Icídua com fundos disponibilizados pelo Governo dos Estados Unidos da América através do projecto CCAP da USAID (Agencia dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional).

Falando a imprensa depois de uma visita efectuada àquele projecto, Dean Pittman reiterou o comprometimento do seu governo em continuar a trabalhar em cooperação com a cidade de Quelimane no garante de melhores condições de vida dos munícipes desta urbe com vista ao desenvolvimento socioeconómico e cultural da cidade.

Pittmandisse estar satisfeito com a forma como os apoios dos Estados Unidos estão sendo aplicados no Pais, particularmente na província da Zambezia que tem sido um centro de convergência das atenções da sua acçãogovernativa em Moçambique.

O Governo dos Estados Unidos da América tem uma carteira de apoio a Moçambique orçado em mais de 400 milhões de dólares norte americanos dos quais 25 porcentos estão direcionados a província da Zambezia, onde efetuou uma visita de cinco dias para aferir o grau de implementação dos projectos financiados nas áreas de Educação, Saúde e saneamento, bem como infraestruturas sociais.

Leia:  Responsável pela morte de Max-Love contínua impune

Olanda Bata, Directora do Projecto CCAP da USAID, disse a reportagem do Semanário Txopela que a sua organização continuará a trabalhar em estrita coordenação com as autoridades municipais de Quelimane no sentido de apoiar e monitorar o processo de construção de casas modelo em Icídua.

Segundo as suas palavras: “O projecto CCAP está empenhado em levar este programa até as outras regiões da província e do Pais porque a situação geoclimática do Pais nos remete a essa necessidade. Estamos em Quelimane a construir as casas que para além de beneficiarem as pessoas carenciadas desta circunscrição estão servindo de escola para os munícipes de Quelimane. Esperamos que ate ao final do processo de construção destas casas pais pessoas tenham aprendido a construir as suas casas usando o modelo que esta sendo aplicado aqui em Icídua”.

São no total doze casas das quais seis do tipo um e igual numero do tipo dois e estão sendo contruídas com recurso a material local (tronco do coqueiro) que podem resistir a todo o tipo de calamidade natural desde ciclones, cheias, vendavais e tremores de terra e tem entre 50 a 100 anos de tempo útil de vida.

Segundo Yassin Calú, Vereador para área de Infraestruturas no Conselho Municipal de Quelimane, as obras estão avaliadas em 3900 dólares norte americanos para os casas do tipo um, correspondente a 234.000,00 meticais e 5000 dólares norte americanos para as casas do tipo dois, correspondente a 300.000,00 meticais.

 

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas