Direcção Provincial da Saúde promove o teste de HIV/SIDA

Hidayat-Kassim-300x150 Direcção Provincial da Saúde promove o teste de HIV/SIDAA Direcção provincial da Saúde da Zambézia promoveu no passado Sábado uma marcha pelas artérias da cidade de Quelimane com o intuito de persuadir os cidadãos moçambicanos, especificamente os de sexo masculino a fazerem o teste de HIV.

A marcha que teve como ponto de partida o campo de Chirangano passando sucessivamente pelas avenidas 1 de Julho, Liberdade, Heróis de Libertação Nacional, 25 de Junho, Eduardo Mondlane até desaguar no campo da Sagrada Família, contou com a participação de taxistas de bicicletas, praticantes da medicina tradicional, membros da Associação ADOD’s (Associação Defendendo os Nossos Direitos de pessoas portadoras de albinismo), técnicos de Saúde e a população em geral.

Varias mensagens foram apresentadas no local do comício, convergindo de forma uníssona na necessidade de todos os homens olharem para a realização do teste do HIV/SIDA como uma questão de saúde publica visto que segundo as mensagens somente sabendo o seu estado serológico e que os indivíduos poderão planificar melhor o seus futuros estão ou não infectados pelo vírus.

O Governador da Província da Zambézia que esteve presente no acto, instou a todos os participantes a fazerem o teste pois o desenvolvimento de um certo Pais só e possível quando existem pessoas saudáveis que podem trabalhar para a materialização dos objectivos traçados pelo Governo: “Estamos prestes a declarar a erradicação da sarampo no nosso Pais e muito recentemente a Direcção Provincial da Saúde distribuiu cerca de 3 milhões e meio de redes mosquiteiras tratadas com insecticida a cerca de 1 milhão e oitocentas famílias em toda a província.  Mas o que realmente gostaríamos de pedir e que usem as redes de forma positiva e racional para que os objectivos da Direcção de Saúde sejam alcançados que passam necessariamente pela redução de casos de malária nas nossas comunidades” – Frisou

Leia:  Cultura de chá com saúde debilitada na Zambézia

O timoneiro da Direcção que se responsabiliza pela saúde dos zambezianos, Hidayat Kassim disse por sua vez que a sua instituição esta satisfeita com o rumo que o relacionamento entre os praticantes da medicina tradicional e o seu organismo: notamos nos últimos momentos uma aproximação fraternal entre nos e os praticantes da medicina tradicional, o que nos alegra bastante dado que o trabalho que eles vem praticando tem sido bastante positivo na medida em que tem encaminhado os doentes padecendo de enfermidades incompatíveis com as suas áreas de actuação” – Aclarou Hidayat

Na mesma perspectiva, o Director Provincial da Saúde da Zambézia convidou a todos os cidadãos a colaborar com as autoridades responsáveis pelos praticantes da medicina tradicional denunciando todos os casos de suspeita de indivíduos que praticam a iniquidade por detrás de títulos de médicos tradicionais.

A cerimonia em alusão foi acompanhada por uma feira de promoção de cuidados primários de saúde, testagem massiva dos taxistas e da população em geral, premiação dos médicos tradicionais que mais casos encaminharam as unidades sanitárias e muito mais.

 

 

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas