12 DE OUTUBRO EM QUELIMANE: Carlos Carneiro apela para a humildade dos professores

Luís de Figueiredo

Carlos-Carneiro-300x150 12 DE OUTUBRO EM QUELIMANE: Carlos Carneiro apela para a humildade dos professoresQuelimane (Txopela) — O Administrador do Distrito de Quelimane, Carlos Carneiro apelou na passada quinta-feira 12 de Outubro, para que os professores pautassem pela humildade no exercício das suas actividades educativas junto das comunidades onde estiverem inseridos.

Carneiro fez estes pronunciamentos aquando das comemorações do dia do Professor, cujas cerimónias centrais ao nível do distrito de Quelimane tiveram lugar na localidade de Maquival, Posto Administrativo com o mesmo nome.

O timoneiro do distrito de Quelimane que também é professor de profissão, disse que muitas são as vezes em que o professor no lugar de exercer as suas funções de educar os seus estudantes, passa muito tempo da sua aula falando das suas qualidades e evocando mérito para a sua pessoa, atitudes que o dirigente diz não serem saudáveis para a qualidade de ensino que se pretende alcançar no País em geral e no distrito de Quelimane em particular.

“A arrogância representa um mal muito preocupante para o bem da sociedade, principalmente quando essa arrogância provém de uma pessoa que seria o exemplo de humildade e de caridade no seio da sociedade moçambicana. É preciso que prestem muita atenção quando se dirigem aos populares lá nas comunidades, porque uma pequena atitude vossa pode ter influências no futuro dos vossos estudantes” – aconselhou Carlos carneiro.

Aquele dirigente pediu aos presentes na cerimónia para se esforçarem no sentido de manter o perfil profissional que é característico daquela que é a carreira que representa o espelho da sociedade: “Nos queremos que todos os professores mantenham a postura e o perfil profissional, porque eles são o espelho da sociedade, portanto, peço encarecidamente que nunca percam o vosso perfil. No dia em que vocês perderem o perfil, a comunidade poderá perder os valores que nós queremos que ela granjeie e esses valores só tem uma fonte de aquisição: o Professor” – Explicou.

Leia:  Abdul Razak parabeniza as FADM pelos 53 anos de existência

Presente no evento, Floriana Lemos Chauchane, professora em exercício na escola Secundária Geral Eduardo Mondlane em Quelimane, disse estar satisfeita com a mensagem transmitida pelo dirigente máximo do distrito e apela aos seus colegas para que ponham em prática os ensinamentos facultados pelo Administrador, dado que representam um aperitivo para o melhoramento do seu trabalho no campo no que diz respeito ao capítulo de relacionamento com a comunidade.

Para Floriana Lemos, formada pelo Instituto de Formação de Professores de Chicuque em Inhambane e licenciada em Psicologia educacional pela Universidade Pedagógica – Delegação de Quelimane, “ser professora é uma paixão que nunca poderá languescer, porque é no ensinar que eu encontro o verdadeiro sentido da vida, na medida em que as minhas acções contribuem para o País, quando olho para o mundo e vejo que o meu estudante é um médico que salva as vidas das pessoas, um outro é agrónomo que produz alimentos para as pessoas, etc… nada é mais gratificante para mim” – vociferou.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas