Fraca distribuição de energia frustra vendedores de comida no Festival de Zalala

Festival-de-Zalala-300x201 Fraca distribuição de energia frustra vendedores de comida no Festival de ZalalaZalala (Txopela) — A fraca distribuição de corrente elétrica nas barracas de confeição e venda de refeições constituiu a mancha negra do primeiro dia da realização do festival de Zalala 2017.

Proprietários de barracas de venda de refeições ouvidos pela Reportagem do Semanário Txopela deploram as condições e fraca capacidade da organização do festival. Especificamente referem que desde esta quinta-feira que vem-se em uma situação desconfortável dado que ainda não foram concluídas as ligações de corrente elétrica.

“O frango todo está deteriorado, as cervejas quentes e isso está a prejudicar-nos grandemente, fizemos investimentos avultados para ter um retorno, penso que há uma negligência e falta de consideração.” – Proprietária de uma barraca que solicitou anonimato por temer represálias da organização.

Facto é que uma equipe de EDM encontra-se no local a proceder algumas ligações, embora a maioria de blocos encontre-se “as escuras” existem outros que tem acesso a energia , facto que agrava o dissabor dos outros vendedores de comida e bebida como explicou ao Jornal Txopela Iva Mateus “Parece propositado, é que há barracas com energia e um determinado grupo sem acesso, isso é uma competição desleal, todos pagamos as mesmas taxas e assinamos os mesmos contratos”.

Leia também 

Problema de distribuição de corrente eléctrica continua no Festival de Zalala

Direcção de cultura e turismo afina a máquina rumo ao festival de Zalala

Os prejuízos já começam a ser avultados e há quem poderá tomar a decisão de retirar-se do festival. Segundo advoga a proprietária do espaço NA TIVIR “é preciso maior atenção dos organizadores em aspectos que podem ser considerados pequenos e que podem manchar este festival. Há necessidade de acautelar-se e reunir consensos, o festival é nosso e temos que todos contribuir para o seu sucesso”.

Leia:  Voltamos!

 

FESTIVAL DE ZALALA: Cerca de 36 mil turistas são esperados na edição 2017

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas