Moradores de Cossore privados de água potável

Agostinho Miguel

Cidade-de-Nampula-300x150 Moradores de Cossore privados de água potávelNampula (Txopela) — Moradores da zona de Cossore, posto administrativo urbano de Muatala, arredores da cidade de Nampula, suplicam as autoridades governamentais, particularmente ao Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água — FIPAG, para a observância e consequente gerência de fontes de água, que nos ultimos dias não funcionam naquela circunscrição.

Aliás os mesmos recorrem outras fontes para se livrar deste cenário, que tira o sono aos residentes locais, principalmente as mulheres que são obrigadas a abandonar as suas residências nas madrugadas a procura de água para o consumo.

Outras ainda, relataram ao Jornal Txopela que chegam a envolver-se em desavenças com os seus parceiros, dado a demora verificada na obtenção deste precioso líquido.

Aqui, o ambiente no lar só é mantido com recurso a terceiros que testemunham “in loco” o fenómeno de escassez de água na zona.

Água que sai nas manilhas e/ou tubos clandestinos, todos idos ali nas bandas da academia militar Marechal Samora Machael, da chamada capital do norte é a que mais chama a concorrência de quem depende deste precioso líquido para vários fins desde o consumo  ate ao uso doméstico.

O espaço  que fornece àquela água imprópria, tornou-se pequeno nos dias que correm, pois,verifica-se  uma moldura humana bastante considerável que disputa um e único canal para ter acesso a água.

Segundo os nossos entrevistados, a situação já tem barba branca, visto que nem mesmo no tempo de pico, os residentes recorrem a água da chuva que por vezes cria constrangimentos na saúde pública, devido a incapacidade das fontes apropriadas para o efeito.

“ Este problema não é de hoje e nem de ontem, está há tempo desde que cheguei a residir aqui em Cossore. Água potável é considerada ouro nesta zona, o que igualmente a situação verifica-se no tempo chuvoso”. Disse a fonte que não  quis revelar o seu nome.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas