Província da Zambézia dispõe de 376.152 vagas da 1ª Classe para 2018

Luís de Figueiredo

Ciclismo-Quelimane-300x201 Província da Zambézia dispõe de 376.152 vagas da 1ª Classe para 2018Quelimane (Txopela) — A Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano da Zambézia tem a sua disposição 376.152 vagas para o ingresso de alunos da 1ª Classe no próximo ano lectivo. Está informação foi avançada esta segunda-feira, pelo Chefe do Departamento Pedagógico e Porta-Voz da Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano da Zambézia em entrevista exclusiva a Reportagem do Semanário Txopela.

Mahomed Ibrahimo disse que o processo está a decorrer em todas as escolas da província, tendo nos primeiros quatro dias registado fraca afluência devido ao desconhecimento do arranque do processo por parte de alguns pais e encarregados de educação.

O processo que teve início no dia 01 de Outubro em curso e terá o seu término no dia 30 de Dezembro próximo, esta a acontecer com a ajuda dos líderes comunitários que estão engajados em disseminar informações nas suas zonas para as populações: “Neste momento os nossos técnicos estão empenhados em monitorar o processo através de partilha de informações, criamos uma equipa técnica composta pelos colegas do Departamento de Planificação que estão em contactos constantes com os nossos colegas fixados nos distritos para a actualização e acredito que a medida em que a informação vai circulando pelas comunidades, os níveis de afluência vai crescendo, tanto que desde o dia de arranque deste processo ate então conseguimos um indicativo muito positivo de aderência em relação ao período homónimo do ano passado.

Mahomed Ibrahimo aproveitou-se dos microfones do Txopela para apelar as comunidades para que não deixem tudo para os últimos momentos de forma a facilitar o decurso do processo e a realização das actividades subsequentes ao processo de matrículas como é o caso de planificação das necessidades, capacidades e recursos escolares para o ano lectivo de 2018.

Leia:  Nyusi exonera Vice-Chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Defesa de Moçambique

Mahomed frisou que o processo de matrículas da 1ª Classe é gratuito: “Para a inscrição, os pais e encarregados de educação poderão somente apresentar a certidão de nascimento, ou cédula pessoal do seu educando, uma capa do processo de aluno para a protecção dos documentos que farão parte do seu processo estudantil e um boletim de matrícula a ser adquirido na própria escola de forma gratuita”.

A Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano da Zambézia abriu uma excepção para aqueles pais que ainda não possuem todos os requisitos exigidos para o processo de matrícula, podendo faze-lo, basta para tal que depois de três meses possa dar entrada os seus documentos na escola.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas