Sinistros ceifam vidas humanas em Nampula

Cidade-de-Nampula-300x150 Sinistros ceifam vidas humanas em NampulaAgostinho Miguel

Nampula (Txopela) — Pelos menos três (3) pessoas morreram, e outras duas contraíram ferimentos graves, em consequência de três acidentes de viação registados semana finda, em alguns troços rodoviários da província de Nampula.

Dados da polícia neste ponto do país indicam que, para além da perda de vidas humanas, os sinistros causaram igualmente danos materiais avultados, nos meios envolvidos.

Segundo Zacarias Nacute, porta-voz da polícia em Nampula, excesso de velocidade nos automóveis é apontado sendo a principal causa que tirou a vida três cidadãos.

Ainda no rol dos sinistros, destacam-se, despistes e consequente capotamento, atropelamento carro-peão e choque entre carros, que tiveram como palco em Nacala-Porto, e na chamada capital do norte.

Zacarias Nacute, que falava esta segunda-feira (9) no habitual encontro com a imprensa, para a apresentação do trabalho operativo da polícia durante a semana passada, nesta parcela do país, garante estar em curso campanhas de sensibilização as comunidades, para o domínio do código de estrada  ao se fazerem a via pública.

Na ocasião a fonte fez saber que, ainda na semana em alusão a corporação nesta parcela do país registou um incêndio no distrito de Ribauè, no interior da província mais populosa do país.

Como resultado, um casal perdeu a vida, após tentativa de salvar alguns bens domésticos, incluindo menores que na altura do incidente encontravam-se a dormir.

Soubemos ainda que, as crianças saíram ilesas, mas apresentam ferimentos ligeiros que no entanto encontram-se fora do perigo.

“Corpo de salvação pública foi ao terreno, conseguiu debelar o fogo naquela residência de construção precária. Infelizmente os proprietários reduziram-se a cinza, dado o difícil acesso para o interior da residência”. Palavras do porta-voz da polícia em Nampula que aponta o curto-circuito estando na origem do incêndio.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas