Na posse de dois sacos de soruma: Dois indivíduos detidos em Mogovolas

Soruma-em-Nampula-300x200 Na posse de dois sacos de soruma: Dois indivíduos detidos em MogovolasAgostinho Miguel

Nampula (Txopela) — A polícia da República de Moçambique em Nampula surpreendeu semana passada no distrito de Mogovolas, no sudoeste da província mais populosa do País, dois (2) indivíduos na posse de dois (2) sacos de canábis sativa vulgo “soruma”de proveniência e destino ainda por apurar.

Dados da polícia naquela região indicam que os malfeitores foram interpelados na via pública pelos homens da lei e ordem numa campanha visando desmantelar quadrilhas que amedrontam os residentes locais.

Zacarias Nacute, porta-voz da polícia em Nampula, disse que a detenção dos indivíduos em alusão, resulta igualmente de uma denúncia feita pelos moradores, após estes, terem notado a movimentação de indivíduos de conduta duvidosa nas suas residências.

Após a intervenção policial dois indivíduos ficaram detidos e neste momento decorrem todos os trâmites legais para a sua responsabilização pelo facto cometido”. Palavras de Zacarias Nacute, que falava esta segunda-feira (06) à imprensa no habitual encontro semanal para a apresentação do trabalho operativo da corporação durante a semana finda, nesta parcela do País.

Numa outra vertente, a fonte fez saber que, constam de factos relevantes a detenção de 11 pessoas, acusadas de proliferar mensagens sobre a proveniência da cólera e/ou alegada existência de pessoas que chupam sangue na calada da noite naquela região.

Os factos tiveram como palco nos distritos de Nacala-porto, Memba e Moma respetivamente.

Aquela fonte policial garante estar em curso processos que culminarão com a responsabilização dos autores.

Pesam sobre estes, a destruição massiva de residências das autoridades locais, principalmente os líderes comunitários que por força maior são obrigados a abandonar as suas casas como forma de evitar que algo de pior venha a acontecer-lhes.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas