“Como responder aos opositores deste incrível trabalho que está a ser desenvolvido em Neom?”, questionou Giles Pendleton, director de operações do projecto The Line, numa publicação no LinkdeIn. Mostrando as novidades da futura cidade, respondeu também, com imagens. Foi desta forma que Pendleton partilhou com os seus seguidores os trabalhos de construção daquela que será a “megacidade” da Arábia Saudita, Neom.

Giles Pendleton publicou imagens aéreas das escavações de A linha, que já se encontrarão em andamento. Nas fotos, é possível ver-se ainda construções no porto de Oxagon, que se encontra no Mar Vermelho, e no recorrer da ilha de luxo de Sindalah – que estão a ser edificados como partes da cidade. As fotografias evidenciam não só os trabalhos que estão a ser desenvolvidos no deserto, como também estruturas que foram construídas para alojar as pessoas que lá estão a trabalhar.

Esta zona quer acolher nove milhões de pessoas até 2045, começando por receber 450 mil já em 2026, segundo os planos anunciados em 2017. Para o príncipe da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, “este vai ser o melhor sítio para viver de longe, em todo o planeta”. Pensada para ser 100% dependente de energias renováveis, como a solar e a eólica, Neomum investimento de 500 mil milhões de dólares, pretende responder ao crescimento populacional do país e diminuir o desperdício, e o impacto ambiental.

O projecto do A linha foi apresentado em 2017 e prevê que a vida quotidiana funcione entre módulos com 200 metros de largura compactados entre dois edifícios com 500 metros de altura. Antecipam-se jardins e caminhos suspensos, um estádio e um comboio de alta velocidade, que vai percorrer a cidade em 20 minutos.



Fuente