Até Dezembro de 2026, a organização britânica sem fins lucrativos Arte no Reino Unido terá no terreno uma iniciativa com vista a digitalizar mais de cinco mil murais pintados ou colados em paredes do Reino Unido — incluindo várias obras de Banksy, provavelmente o artista urbano mais célebre e mais furtado do mundo. Lançada em Janeiro, esta operação não envolve apenas os associados da Art UK: convida também os transeuntes e “detectives de arte amadores” a fotografar as obras com que se depararem na rua, contribuindo assim para o registo de murais tão emblemáticos quanto os que, por exemplo, documentam as tensões religiosas na Irlanda do Norte.

Fuente