A funcionar como unidade museológica desde 2001, e tendo já sido alvo de uma profunda reabilitação, o Navio-Museu Santo André assinala este fim-de-semana o 75.º aniversário da sua primeira viagem. O antigo arrastão, outrora pertencente à frota bacalhoeira portuguesa, viverá um sábado e um domingo preenchidos por conta de uma festa em que cabem também os 50 anos do 25 de Abril. Foi preparada uma exposição e uma conversa de mar alusiva à forma como a revolução foi vivida a bordo dos navios bacalhoeiros. Será mais um ponto alto na vida da embarcação que está atracada no Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, Ílhavo.

Fuente