No podcast Posto Emissor, Pedro Abrunhosa falou sobre a “fase extremamente criativa” que a música portuguesa atravessa, deixando rasgados elogios a vários músicos de uma geração com quem diz estar a aprender. “Acho que a Carolina Deslandes é a maior poeta contemporânea portuguesa. É mesmo! É incrível a rapidez e volúpia dela”.

Referindo também ProfJam e Slow J, o músico acrescenta: “estas gerações estão a ensinar-me muita coisa. Antes olhávamos muito para fora, eu acho que não é preciso olhar tanto.”

Ouça a partir dos 58 minutos e 46 segundos:

Pedro Abrunhosa vai levar as celebrações dos 30 anos de “Viagens”, o seu álbum de estreia, aos palcos da Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, no Porto, no dia 8 de novembro, e da MEO Arena, em Lisboa, a 23 de novembro.

Fuente