Durante um passeio pela zona saloia, depois de degustar um pão com chouriço e uma ferradura, parei o carro junto a um armazém de antiguidades na esperança de aí encontrar pratos de sobremesa antigos. De fora, percebia-se que o armazém estava cheio de tralha até à porta, junto à qual um homem em torno dos 45 anos e um adolescente carregavam uma carrinha. Cumprimentei-os e entrei.

Fuente