O mundo mudou drasticamente desde a assinatura do Tratado do Atlântico Norte, a 4 de Abril de 1949, mas 75 anos depois, os membros europeus da “mais bem sucedida aliança militar do mundo” debatem-se com alguns dos mesmos dilemas da fundação da NATO: a maior ameaça à paz e estabilidade do seu território já não é soviética, mas continua a vir de Moscovo; as garantias de defesa e segurança do continente já não dependem exclusivamente de Washington, mas sem o poder militar dos EUA, a Europa não é auto-suficiente.

Fuente