Botsuana abriga a maior população de elefantes do mundo. (Foto representativa)

O Botswana ameaçou enviar 20 mil elefantes para a Alemanha no meio de uma disputa sobre a importação de troféus de caça. De acordo com O guardião, a disputa entre os dois países começou no início deste ano, quando o Ministério do Ambiente da Alemanha, citando preocupações com a caça furtiva, sugeriu a imposição de limites mais rigorosos à importação de troféus de caça. Notavelmente, a Alemanha é o principal importador de troféus de elefantes africanos para a União Europeia (UE), de acordo com um relatório de 2021 da Humane Society International. A proibição da importação de troféus de caça apenas empobreceria o Botswana, disse o Presidente Mokgweetsi Masisi na terça-feira.

O líder africano argumentou que os esforços de conservação levaram a uma explosão no número de elefantes e ao aumento do conflito homem-animal. A caça é um meio importante para mantê-los sob controle, disse Masisi, de acordo com o tomada.

O Botswana, que abriga a maior população de elefantes do mundo, proibiu a caça de troféus em 2014, mas levantou as restrições em 2019, sob pressão das comunidades locais. Agora, o país emite quotas anuais de caça.

Na terça-feira, Masisi disse que nos últimos anos as manadas de elefantes têm pisoteado as pessoas e destruído casas e colheitas. “É muito fácil sentar-se em Berlim e ter uma opinião sobre os nossos assuntos no Botswana. Estamos a pagar o preço pela preservação destes animais para o mundo”, disse ele.

Maisi também disse que os alemães deveriam “viver juntos com os animais, da maneira que vocês estão tentando nos dizer”. “Isso não é uma piada”, acrescentou.

Leia também | Quem foi Savannah Graziano? Garota sequestrada nos EUA é morta a tiros por policiais

Anteriormente, o Botswana tinha-se oferecido para enviar 8.000 elefantes para Angola e 500 para Moçambique para fazer face à “superpopulação”. Masisi disse que gostaria “de oferecer tal presente à Alemanha” e “não aceitar um não como resposta”.

O líder africano passou a criticar o governo alemão. “Queremos que os nossos elefantes circulem livremente. O clima alemão já é suficientemente mau para eles”, acrescentou. “Se você gosta tanto deles, por favor, aceite este presente nosso”, disse ele.

Um porta-voz do Ministério do Ambiente alemão disse que o Botswana não levantou quaisquer preocupações com a Alemanha sobre o assunto. No entanto, a ministra do Ambiente, Steffi Lemke, “sinalizou que aceitará o convite do Botswana se surgir uma oportunidade” para inspecionar a proteção da vida selvagem, conforme O Independente.

Entretanto, em Março, o Botswana ameaçou enviar 10.000 elefantes para o Hyde Park, em Londres, em protesto contra uma potencial proibição do Reino Unido à importação de troféus por caçadores de safari.

Esperando por resposta para carregar…

Fuente