Belisquem-se, fãs da DC, porque esta nova abordagem ao panteão da DC está oficialmente ganhando forma. Com “Superman” parecendo cada vez mais promissor, com James Gunn firmemente no comando e o ator David Corenswet escolhido para arrasar com o famoso S-curl e capa, todos os olhos estão agora voltados para “Supergirl”. É claro que muitos apontarão (com razão) que uma heroína tão importante da DC provavelmente deveria ter uma mulher na cadeira do diretor, mas Craig Gillespie pelo menos tem um histórico sólido lidando com projetos liderados por mulheres com uma quantidade adequada de sensibilidade, entre “Cruella”, “I, Tonya” e até mesmo seu trabalho na televisão em programas como “Physical” e “Pam & Tommy”.

De referir que “Supergirl: Mulher do Amanhã” é escrita por Ana Nogueira e baseada na aclamada série de banda desenhada homónima, escrita por Tom King e ilustrada pelo artista Bilquis Evely. Embora o público tenha visto recentemente Supergirl retratada por Sasha Calle em “The Flash”, Gunn já havia prometido uma versão muito diferente da personagem que proporcionará uma justaposição com sua prima mais famosa. (Acontece que ter que testemunhar a destruição de seu mundo natal kryptoniano enquanto o bebê Superman se arrastava para uma nova vida confortável na Terra deixará algumas cicatrizes em uma pessoa.)

Embora a notícia ainda não tenha sido confirmada diretamente pela Warner Bros., é provável que o muito online Gunn irá pesar em breve. Fique atento!

Fuente