O Senegal realizará uma auditoria aos sectores do petróleo, gás e mineração, disse o recém-eleito Presidente Bassirou Diomaye Faye à nação num discurso televisionado na quarta-feira, ao mesmo tempo que garantiu aos investidores que eram bem-vindos no país.

Emitida em:

1 minuto

Faye derrotou o candidato da coligação no poder nas eleições de Março por uma vitória esmagadora, reflectindo grandes esperanças de mudança no país de cerca de 18 milhões de habitantes.

A auditoria é uma das primeiras medidas políticas anunciadas desde a posse do ex-inspetor fiscal, de 44 anos, na terça-feira.

“A exploração dos nossos recursos naturais, que segundo a Constituição pertencem ao povo, receberá especial atenção do meu governo”, afirmou.

“Prosseguirei com a divulgação da propriedade efectiva das empresas extractivas (e) com uma auditoria ao sector mineiro, petróleo e gás.”

Ele forneceu mais detalhes, mas procurou também tranquilizar os investidores, que disse serem “bem-vindos no Senegal”.

“Os direitos dos investidores serão sempre protegidos, assim como os interesses do Estado e do povo”, disse ele.

O primeiro desenvolvimento petrolífero offshore do Senegal deverá iniciar a produção em meados de 2024. Espera-se que o projeto de petróleo e gás Sangomar, operado pela Woodside Energy WDS.AX, produza cerca de 100.000 barris por dia.

(REUTERS)

Fuente