Vinte e duas horas depois, Pedro Nuno Santos veio responder ao discurso de posse de Luís Montenegro que diz ter sido “sem ambição, sem visão e sem um desígnio para Portugal”, e acusando o novo primeiro-ministro de “chantagear” o PS como se o partido fosse obrigado a sustentar o Governo do PSD e do CDS. Além disso, o secretário-geral socialista afirma que Montenegro está já a querer fugir às promessas eleitorais alegando que afinal “não há dinheiro”. A ‘relação’ ainda agora começou e já está no estado “é complicado”.


Ó Frase de efeito está disponível de segunda a sexta-feira em todas as aplicações para escuta de podcasts — como a Podcasts da Apple ou o Spotify —​ eárea de podcasts fazer site do PÚBLICO.

Fuente