A Coach avançou com uma acção judicial contra a Gap por violação de marca registada. Os documentos foram apresentados no tribunal federal de Los Angeles, com a Coach e a sua empresa-mãe, a Tapestry, a declararem que nunca deram autorização à Gap para vender T-shirts com a palavra que é seu emblema, e que a venda poderia confundir os clientes, levando-os a pensar que a Coach estava envolvida.

Fuente