A polícia finlandesa revelou na quarta-feira que o rapaz de 12 anos suspeito de ter matado um colega e de ter ferido outras duas crianças com um revólver numa escola primária em Vantaa, na véspera, era alvo de assédio moral e aponta essa situação como a principal motivação para o ataque.

Fuente