Embalado pelo anúncio da localização do aeroporto e obras associadas, Luís Montenegro usou o seu primeiro debate quinzenal para tirar outros coelhos da cartola: um Conselho de Ministros com medidas para os jovens na próxima semana, o plano de emergência para a saúde dentro de 15 dias, uma nova estratégia para a imigração em breve. De caminho, para não perder a batalha do IRS na Assembleia da República (AR) e mostrar-se dialogante, anunciou uma contraproposta. O primeiro-ministro tentou ainda, tal como o PSD, colar o Chega ao PS numa coligação negativa que o Governo procura desbloquear com propostas “responsáveis”.

Fuente