Os trabalhadores das gerações mais jovens são os que sentem menos envolvimento no trabalho e os que têm entre 44 e 59 anos apresentam maior risco ao nível da saúde mental, revela um estudo que será divulgado esta quinta-feira, 16 de Maio.

Fuente