Home Esportes Celine Dion fala sobre sua batalha pela saúde em documentário emocional: ‘It’s...

Celine Dion fala sobre sua batalha pela saúde em documentário emocional: ‘It’s Been a Struggle’

32
0



Veja a galeria

Crédito da imagem: Kevin Mazur/Getty Images para The Recording Academy

Celine Dion está pronta para falar sobre a batalha pessoal pela saúde que a deixou incapaz de atuar. Em um visualização para o novo documentário do Prime Video Eu sou: Céline Dion lançado na quinta-feira, 23 de maio, a vencedora do Grammy falou sobre seu diagnóstico de Síndrome da Pessoa Rígida.

“Fui diagnosticado com um distúrbio neurológico muito raro e não estava pronto para dizer nada antes”, disse Celine, 56 anos. “Mas estou pronto agora.”

De acordo com Universidade Johns Hopkins, A Síndrome da Pessoa Rígida causa mais comumente rigidez muscular e espasmos dolorosos que vão e vêm e podem piorar com o tempo. No entanto, algumas pessoas apresentam outros sintomas, como visão dupla ou fala arrastada.

Atualmente não há tratamento, mas consultar um especialista e manter o controle dos sintomas pode facilitar a convivência com a doença.

Como resultado de seu diagnóstico, Celine teve que cancelar seu Coragem turnê mundial em maio de 2023. No trailer de seu próximo documentário, a cantora de “My Heart Will Go On” compartilhou um vislumbre de como foi difícil parar de se apresentar.

“Quando você grava, parece ótimo. Mas quando você subir no palco, será maior”, disse ela. “Não é difícil fazer um show, sabe? É difícil cancelar um show.”

Celine continuou: “Minha voz é o condutor da minha vida. Quando sua voz lhe traz alegria, você é o melhor de si mesmo. Preciso do meu instrumento.

De acordo com o Prime Video, Eu sou: Céline Dion pretende servir “como uma carta de amor” aos fãs leais. O documentário inspirador – que também apresenta os três filhos de Celine com seu falecido marido René Angélil – também espera destacar a música que norteou a vida de Celine, ao mesmo tempo que mostra a resiliência do espírito humano.

“Estou trabalhando duro todos os dias, mas tenho que admitir que tem sido uma luta”, disse Celine enquanto segurava as lágrimas. “I perder isso muito. As pessoas. Eu sinto falta deles. Se não posso correr, vou caminhar. Se não consigo andar, vou rastejar e não vou parar.”

Esse mesmo espírito foi sentido em uma entrevista com Vogue França em abril. Durante a conversa franca, a cantora de “The Power of Love” compartilhou sua intenção de conviver com a Síndrome da Pessoa Rígida da melhor maneira possível.

“A meu ver, tenho duas escolhas”, disse ela. “Ou treino como um atleta e trabalho muito, ou desligo e acabou, fico em casa, ouço minhas músicas, fico na frente do espelho e canto para mim mesmo. Optei por trabalhar de corpo e alma, da cabeça aos pés, com uma equipe médica. Quero ser o melhor que posso ser.”

Eu sou: Céline Dion estreia em 25 de junho no Prime Video.

Fuente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here