Home Notícias Tite é processado por imobiliária e nega ter levado vantagem em compra...

Tite é processado por imobiliária e nega ter levado vantagem em compra de cobertura luxuosa no Rio, diz site

33
0

Imobiliária afirma que treinador levou vantagem de R$ 1,5 milhão na negociação do imóvel, mas ele nega




Tite

O técnico Tite e sua esposa, Rosmari Bachi, respondem a um processo movido por uma imobiliária sobre a compra de uma cobertura de R$ 12 milhões na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. A Ativa Imobiliária acusa o treinador de levar vantagem de R$ 1,5 milhão na negociação do imóvel, ao descartar o serviço de corretagem. A informação é da coluna de Diego Garcia, do Uol.

Na Justiça, a empresa alega que o casal negociou diretamente com o proprietário, e pagou R$ 10,3 mi. No entanto, o valor do imóvel seria de R$ 12 milhões, preço já informado anteriormente.

Conforme a coluna, a imobiliária alegou disse em petição enviado ao tribunal que o caso é de uma “negociação envolvendo pessoas físicas em paridade econômica”, que no caso é o imóvel “em um dos mais luxuosos empreendimentos do Rio de Janeiro”, que resultou na “vantagem econômica para os réus”

“Fica claro que houve significativo desconto no preço do imóvel, pois as partes resolveram ‘tirar da jogada’ os corretores da autora, conforme a própria ré Rosmari [esposa de Tite] e o réu Adenor confirmam”, diz a Ativa.

Por isso, foi pedido que o casal seja condenado a pagar as comissões devidas aos corretores. No entanto, ambos teriam alegado que jamais contrataram a empresa, já que tinham o contato direto do proprietário da cobertura que iriam comprar. Além disso, Tite e Rosmari afirmou que recebiam instruções diretas sobre a venda do imóvel, e anexaram o depoimento do antigo proprietário em sua defesa.

Ambos foram ouvidos em audiência. A esposa do treinador alegou que não recebeu visita de nenhum corretor da empresa, e pediu somente fotos da cozinha do apartamento a um dos funcionários por curiosidade. Já o treinador do Flamengo, informou não se recordar de ter pedido nenhum pagamento à empresa, mas que não teve contato com qualquer pessoa de lá antes da compra do imóvel.

Ainda no processo, os advogados do casal apontaram que a comissão solicitada pela imobiliária é indevida, mas, caso o tribunal entenda que Tite deve bancá-la, que seja apenas metade do valor, sendo o restante devido ao antigo dono da cobertura.

Ó terra não localizou as defesas da Ativa Imobiliária e do técnico até o momento. Mas à coluna, o advogado de Tite, o advogado André Ribeiro, afirmou que aguarda a decisão da Justiça.



Fuente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here