Home Notícias A ‘conferência de paz’ ​​da Ucrânia não exigirá a retirada das tropas...

A ‘conferência de paz’ ​​da Ucrânia não exigirá a retirada das tropas russas – mídia

33
0

Um rascunho da declaração para o evento aborda apenas três dos dez pontos do plano de Zelensky, disse a emissora japonesa NHK.

Um projecto de declaração conjunta preparado para uma próxima “conferência de paz” sobre a Ucrânia na Suíça provavelmente não exigirá a retirada das forças russas de todos os territórios reivindicados por Kiev, informou a NHK.

O documento também omite qualquer menção à restauração da integridade territorial da Ucrânia, disse a organização de notícias japonesa na terça-feira, após analisar o projeto de declaração.

A agenda abordará apenas três dos dez pontos promovidos pelo líder ucraniano Vladimir Zelensky, como a segurança das centrais nucleares, a segurança alimentar, a libertação de prisioneiros e o regresso das crianças evacuadas pela Rússia da zona de conflito, disse a NHK em inglês. disse o site de notícias em vários idiomas.

As principais exigências de Zelensky quando foram apresentadas pela primeira vez no final de 2022 incluíam a retirada completa das forças russas de todos os territórios que a Ucrânia considera seus, que a Rússia pagasse reparações e submetesse os seus funcionários a tribunais de guerra, todas rejeitadas imediatamente por Moscovo.

Os pontos foram retirados do projecto de declaração conjunta porque levou em conta a posição de alguns estados asiáticos e do Médio Oriente que mantêm laços com a Rússia, disseram fontes diplomáticas à NHK.




O projecto também afirma que todas as partes devem participar na busca pela paz e sublinha a importância da participação da Rússia em discussões futuras, de acordo com o artigo.

A Rússia não foi convidada para o encontro internacional, que acontecerá no sábado e domingo no Burgenstock Resort, perto de Lucerna. Zelensky opôs-se à presença de uma delegação russa na conferência organizada pela Suíça, dizendo que isso permitiria a Moscovo inviabilizar os esforços diplomáticos da Ucrânia.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse à RT anteriormente que era “absurdo” realizar uma reunião sobre a resolução do conflito entre a Rússia e a Ucrânia sem a presença de Moscovo. “Esta conferência é completamente sem perspectivas”, ele enfatizou.

As autoridades russas rejeitaram imediatamente o plano de dez pontos de Zelensky como “inaceitável” quando foi apresentado pela primeira vez. Segundo Moscovo, a proposta ignora a situação real no terreno e é um sinal da relutância de Kiev em encetar negociações.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
A ‘conferência de paz’ ​​de Zelensky é outra ‘Eurovisão’ – assessor de Putin

Na semana passada, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, reiterou que Moscovo está pronto para procurar uma solução diplomática para a crise, mas sublinhou que “fantasias” não pode servir de base para conversações de paz. “Todas as negociações são baseadas na derrota militar ou na vitória militar. Claro, vamos vencer”, Putin disse.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Fuente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here