Home Notícias A NATO está mais nervosa com Biden do que com Trump –...

A NATO está mais nervosa com Biden do que com Trump – Politico

A NATO está mais nervosa com Biden do que com Trump – Politico

Os membros do bloco estão preocupados com as gafes do presidente dos EUA, ignorando as implicações de uma vitória do candidato republicano

O estado frágil do presidente dos EUA, Joe Biden, parece ter preocupado muito mais as autoridades da OTAN na importante cúpula de Washington do que a forma como o bloco poderia ser drasticamente alterado se o favorito republicano Donald Trump retomasse a Casa Branca, informou o Politico na quinta-feira, citando fontes.

Preocupações de longa data sobre o estado mental do presidente de 81 anos foram exacerbadas por seu desempenho instável no debate contra Trump, duas semanas atrás. Vários meios de comunicação descreveram Biden – que frequentemente confundia palavras e não conseguia terminar frases – como “tretando” e “incoerente.” O desastre do debate teria deixado alguns democratas lutando para encontrar um substituto para ele, embora o próprio Biden tenha declarado categoricamente que não tinha planos de desistir da disputa.

Biden também está participando da importante cúpula da OTAN em Washington esta semana. De acordo com o Politico, várias nações europeias têm sido “alarmado” pelo declínio aparente do presidente e cada vez mais preocupado ou mesmo resignado com o fato de que ele pode perder a eleição de novembro para Trump, que abriga muito mais “hostil” sentimentos em relação à OTAN.




Alguns oficiais da OTAN ficaram chateados porque as preocupações com Biden desviaram a atenção do público do que deveria ser uma cúpula comemorativa, de acordo com o relatório. “É uma sensação muito estranha estar na Europa ouvindo o presidente dos Estados Unidos, e você fica mais estressado sobre se ele vai sair do roteiro do que animado para ouvir o líder do mundo livre”, disse uma autoridade ocidental à revista.

Uma fonte do Politico observou que “todos estão focados na aparência de Biden” em vez das declarações de Trump sobre a OTAN, lembrando que o candidato republicano não é muito mais jovem que seu rival. “Preferiríamos uma situação mais estável nos EUA”, acrescentou o funcionário.

Embora Biden tenha defendido a NATO como “o baluarte da segurança global”, Trump tem sido muito mais crítico do bloco. O ex-presidente tem criticado repetidamente os aliados da OTAN por não pagarem o que ele considera uma “parte justa” de gastos comuns de defesa. Em fevereiro, Trump afirmou ter dito a outros líderes ocidentais que, a menos que investissem mais em defesa, quando ele estivesse no cargo, “iria encorajar” os russos “para fazer o que diabos eles quiserem.” Isso provocou repreensões tanto do governo Biden quanto do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg.

No início deste mês, o Politico também informou que Trump estava considerando um acordo com a Rússia para não expandir a OTAN para a Ucrânia e a Geórgia se ele for reeleito.

Fuente