Governador da Zambézia quer servidores públicos “desligados” da corrupção

Abdul-Razak-Governador-da-Zambezia-300x200 Governador da Zambézia quer servidores públicos “desligados” da corrupçãoO Governador da Zambézia instou esta quarta-feira aos servidores públicos a se desligarem da corrupção e a centrarem as suas atenções no espírito de bem servir com vista alcançar as metas projectadas pelo executivo.

Abdul Razak, disse durante a abertura da 1ª sessão ordinária do conselho coordenador da Província da Zambézia que os funcionários públicos devem despir-se de actos de corrupção e mau atendimento aos patrões de Nyusi (o povo).

Apelou aos membros do executivo a distanciarem-se de quaisquer atitudes corruptas e a melhorarem o modelo de atendimento aos cidadãos nos diversos sectores de actividade.

Razak, desafiou aos membros do seu executivo a cultivarem acções que promovam a paz e desenvolvimento tendo em conta o supremo interesse de melhor servir o cidadão.

 “O Conselho Coordenador Provincial é um órgão no qual partilhamos ideias, a busca de ideias para o alcance das metas traçadas, contudo devemos combater a corrupção e outros males da nossa sociedade”-afirmou.

O Chefe do Executivo da Zambézia reiterou o compromisso de bem servir a população, manutenção da paz e cultivar um ambiente saudável para a melhoria cada vez crescente das condições de vida dos cidadãos.

Apesar do clima de tensão politica militar que se vive em alguns pontos do País, incluído regiões da província da Zambézia, depreciação do metical, estiagem e outros factores adversos que se fazem sentir na província é necessário que os membros do executivo deão passos qualitativos para o desenvolvimento da Zambézia.

“Se cada um no seu sector estiver engajado com afinco e dedicação é possível vencer os desafios que se impõem actualmente”-garantiu.

A Primeira sessão ordinária do conselho coordenador provincial que tem a duração de dois dias debate o plano Económico e Social, ponto de situação da Segurança alimentar e nutricional e outros assuntos imprescindíveis na vida da população. (RIZIQUE ZACARIAS)

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas