QUELIMANE: Membros da Assembleia Municipal queixam-se de atrasos salariais

DSC_0010-300x200 QUELIMANE: Membros da Assembleia Municipal queixam-se de atrasos salariaisOs membros da Assembleia Municipal de Quelimane queixaram-se à dias de atraso no pagamento dos seus ordenados a que tem direito, que por lei são pagos pelo Conselho Municipal de Quelimane.

A bancada da Frelimo na Assembleia Municipal de Quelimane que levantou a queixa durante os trabalhos da 1ª Sessão Ordinária daquele Órgão para este ano, falou da falta de uma viatura para o transporte dos membros no trabalho de fiscalização da acção governativa municipal.

Rijone Bombino, Chefe da Bancada da Frelimo na Assembleia Municipal de Quelimane disse que a sensivelmente um ano que aquele órgão fiscalizador não se beneficia de reabilitação, apetrechamento com mobiliário de escritório incluindo equipamento informático.DSC_0010-300x200 QUELIMANE: Membros da Assembleia Municipal queixam-se de atrasos salariais

“Não temos transporte, já vai um ano que o edifício não e reabilitado, estamos a trabalhar em situações extremamente défices, se o presidente do Município foi eleito nos também fomos eleitos para fiscalizar a acção governativa, então deve respeitar a assembleia como o órgão fiscalizador”-disse.

Em resposta a essa preocupação, o Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Quelimane Manuel de Araújo afirmou que a questão dos atrasos salariais não afecta apenas os membros da Assembleia Municipal mas também os funcionários da Edilidade.

O Problema, segundo Araújo tem a ver com atrasos verificados ao nível do Governo Central na transferência dos fundos legalmente devidos ao Município.

O Autarca, destacou que o facto já é do conhecimento do Ministério das Finanças, da Administração Estatal e de outros órgãos competentes cabendo a estes transferirem atempadamente os fundos para evitar que os salários quer dos Funcionários do Conselho Municipal bem como membros da Assembleia recebam tardiamente os seus ordenados.

Reconheceu que o Edifício da Assembleia Municipal carece de reabilitação e apetrechamento mas anunciou que emitiu ordens para que a Vereação das Finanças pudesse disponibilizar as verbas necessárias para a sua reabilitação facto que até ao momento não veio a acontecer.

Leia:  Eleição de governadores, Constituição deve ser "rasgada"

O Semanário Txopela tentou ouvir a Vereação das Finanças esta disse estar a espera de um levantamento das necessidades que foi encarregue a Vereação da urbanização e Construções do Conselho Municipal. (Rizique Zacarias)

 

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas