Município de Quelimane não alcança meta de receitas

Quelimane_Conselho_Municipal_9513364135-300x225 Município de Quelimane não alcança meta de receitasDe um total de 185 milhões de meticais previstos para colectar em 2015, o conselho Municipal da Cidade de Quelimane conseguiu 156.570, 890 meticais de arrecadação de receitas fiscais o correspondente a 84%, segundo fez saber a Vereadora da                s Finanças, esta terça-feira na 2ª Sessão ordinária da Assembleia Municipal.

De acordo com Isabel Guiruga, que apresentou a conta gerência da Edilidade o saldo inicial era de cerca de três milhões de meticais valor que veio a ser usado com despesas correntes, pagamento de bens e serviços.

Depois de acesas discussões das bancadas e respostas do executivo municipal, o órgão deliberativo aprovou o relatório de actividades do Conselho Municipal referente a 2015, a conta gerência, documento que descreve como foi gasto o dinheiro dos munícipes de Quelimane, o Plano local de Adaptação as mudanças climáticas e o Estatuto e organigrama do conselho Municipal de Quelimane.

No final da Sessão, o Chefe da Bancada da Frelimo na Assembleia Municipal, Rijone Bombino, disse que apesar de a sua bancada não ter tido tempo suficiente para analisar ao pormenor o novo Estatuto e organigrama da Edilidade e o Plano local de Adaptação as mudanças climáticas 2016-2026 o dia foi produtivo e acredita que os instrumentos aprovados vão melhorar a vida dos munícipes de Quelimane.

Abraão Maceta, chefe da bancada do Movimento Democrático de Moçambique na Assembleia Municipal referiu que embora a bancada da Frelimo tenha votado contra dois dos quatro documentos.

O Presidente do Conselho Municipal de Quelimane Manuel de Araújo, afirmou que aprovação dos instrumentos é a bússola que ira permitir que seu executivo olhe para frente e continue a caminhar com segurança.

Plano local de Adaptação as mudanças climáticas 2016-2026, revisão dos Estatutos do Conselho Municipal e Organigrama, relatório de actividades e conta gerência da Edilidade exercício de 2015 eram os pontos de agenda da Sessão.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas