Zero novas infecções por HIV: Mais um bloco operatório de circuncisão

Razak-300x225 Zero novas infecções por HIV: Mais um bloco operatório de circuncisãoQuelimane (Txopela) – Está em funcionamento desde a semana passada, mais um bloco operatório para circuncisão médica masculina voluntaria, no distrito de Molumbo na Zambézia.

A implantação do bloco em referência surge da cooperação entre o governo dos Estados Unidos da América e de Moçambique, através do PEPFAR e o ICAP como a ONG implementadora.

No seu discurso de ocasião, Abdul Razak, governador da Zambézia chamou atenção aos presentes para que não coram o risco de pensar que a circuncisão masculina impede a infecção pelo HIV, tendo explicado que a circuncisão vai sim facilita a redução de infecções pelo vírus de HIV, um problema bastante preocupante na nossa sociedade. “Eu disse vai reduzir, não vai terminar”, – sublinhou o governante.

Razak explicou aos presentes que são vários os cidadãos que estão infectados pelo HIV e que já estão a receber cuidados médicos, mas este tratamento serve sim para melhorar a vida da pessoas e não acabar com o vírus.

Na sequência, o timoneiro da Zambézia disse que a melhor via de reduzir o HIV é prevenir a doença isso significa ter cuidado nas relações sexuais e principalmente ter uma única parceira, uma posição que foi largamente aplaudida pelos presentes.

“Devemos ser fiéis aos nossos parceiros, não podemos ter muitos parceiros sexuais e se tiver uma actividade sexual ocasional que se use o preservativo para evitar doenças”, – disse

Razak chamou atenção as raparigas de maneira particular a para deixarem o sexo para mais tarde, pois há casos de raparigas com menos de 18 infectadas pelo HIV e ou gravidez precoce.

(Jacinto Castiano)

 

Leia:  Gestão da Biblioteca Municipal de Quelimane: Manuel de Araújo convida Amostra Sobrinho a colaborar
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas