ASSEMBLEIA PROVINCIAL DA ZAMBÉZIA: Betinho Jaime garante problema salarial esta resolvido

IMG_9245-300x200 ASSEMBLEIA PROVINCIAL DA ZAMBÉZIA: Betinho Jaime garante problema salarial esta resolvidoQuelimane (Txopela) — O problema de salários que vinha apoquentando os membros da Assembleia Provincial da Zambézia, é um caso para se esquecer, disse esta terça-feira (01), o Presidente da Assembleia Provincial da Zambézia Betinho Jaime, numa clara demonstração da satisfação dos membros daquele órgão fiscalizador, que ainda este ano, viram os seus direitos negados, ao não auferirem os seus ordenados por cerca de três meses.

Betinho Jaime, falando em entrevista exclusiva concedida a Reportagem do Semanário Txopela, frisou que o atraso verificado no pagamento dos salários a àqueles membros, deveu-se ao défice orçamental que a província enfrenta, em virtude dos cortês efectuados pelo Governo Central ao orçamento da província da Zambézia, no âmbito da conjuntura macroeconómica e financeira que o país enfrenta. Aquele dirigente, afirma que a Assembleia Provincial dispõe de fundos para o pagamento de ordenados dos seus membros até ao mês de Setembro, e garante que estão assegurados fundos suficientes para o pagamento dos restantes meses do ano em curso: “ (…) até hoje, Um (01) de Agosto está ultrapassado o problema que vínhamos enfrentando, mercê dos encontros constantes que temos vindo a manter com o Governo da Província, na pessoa do Governador e com a Direcção Provincial de Economia e Finanças, na pessoa do respectivo Director Provincial. Felizmente tivemos uma resposta rápida por parte das finanças, que disponibilizaram mais de cinco milhões de meticais, valor que usamos para o pagamento dos ordenados e do qual sobrou um valor que poderá cobrir as despesas salariais até ao mês de Setembro”- Disse Betinho Jaime.

Segundo Betinho, ainda prevalecem os problemas referentes aos valores que garantem o funcionamento pleno da Assembleia Provincial, nomeadamente as deslocações das comissões de trabalho para os distritos, em missões de fiscalização das actividades do Governo da Província, realização das reuniões de mesa, realização das jornadas dos membros da Assembleia e pagamento de rendas das residências dos titulares da Assembleia.

Leia:  PROVA DE VIDA BIOMÉTRICA DOS PENSIONISTAS: Zambézia prevê registar perto de 9 mil pensionistas

Betinho Jaime refere que até então, o órgão que dirige, encontra-se a funcionar aos soluços devido a dificuldades de ordem financeira, mas afirma que muito trabalho está sendo feito junto das instituições governamentais de direito, no sentido de garantir o desembolso de fundos que assegurem o mínimo de funcionalidade possível à Assembleia Provincial, “ a nossa maior prioridade neste momento são as pequenas despesas, é do domínio público que nós já ficamos aqui sem a corrente eléctrica, entretanto, a partir do momento em que resolvemos o problema de corte de corrente, não temos mais problemas com a Electricidade de Moçambique, muito menos com o FIPAG, portanto isto quer dizer que despesas desta ordem estão todas garantidas”. – Concluiu.

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas