O fim-de-semana sangrento

Final-de-Semana-Sangrento-em-Quelimane-300x200 O fim-de-semana sangrentoQuelimane (Txopela) – Indivíduos desconhecidos espancaram um cidadão de aparentemente 30 anos de idade no bairro Samugué na cidade de Quelimane. A informação foi dada a conhecer pelo porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Zambézia, falando à jornalistas no habitual balanço semanal.

De acordo com a fonte, neste momento são desconhecidas as causas que levaram os meliantes a praticar o homicídio, mas assegura que já foram activadas linhas operativas com vista a identificação, neutralização e responsabilização dos autores por este macabro crime.

Na sequência, Miguel Caetano avançou que mais uma tentativa de ataque a um posto policial por parte dos homens armados da Renamo foi abortada pela PRM.

Foi na madrugada do dia 19 do corrente mês no distrito de Morrumbala, concretamente na zona se Zuane que presumíveis homens armados da Renamo engendraram uma tentativa de assalto mas não chegaram a efectivar-se graças a pronta intervenção da corporação policial, – disse a fonte.

No distrito de Lugela, um cidadão cuja identidade não nos foi revelada, está a contas com a PRM por ter furtado uma motorizada na residência de um cidadão.

Em Mopeia, um menor de 12 anos desapareceu num acidente marítimo. Segundo a fonte policial, o caso deu-se no dia 19 do corrente mês, no Rio Zambeze concretamente na zona de Chimuara em circunstâncias em que faziam-se quatro ocupantes numa canoa e no percurso naufragou e desapareceu o menor em referência. Na ocasião, nesse caso na segunda-feira a polícia avançou que forças estavam no terreno com vista a recuperação do corpo, todavia até ao fecho desta edição, não tivemos informação contrária ao avançado.

Em Mugulama, distrito do Ilé, quatro pessoas da mesma família perderam a vida na sequência do desabamento de uma casa de construção precária devido a ventos considerados fortes que se fizeram sentir no dia 19 naquele ponto da província da Zambézia.

Leia:  "MFW deu oportunidade aos outros modelos para mostrarem o seu valor na passarela"

Uma jovem de aparentemente trinta anos de idade morreu electrocutada no interior da sua própria residência na zona da Floresta arredores da cidade de Quelimane.

De acordo com a fonte policial, após a chegada da força policial no local para averiguar, foi possível ver queimaduras na mão da finada facto que levou a percepção de que realmente teria perecido por conta de uma intensa corrente eléctrica.

Ainda em Quelimane, na zona residencial de Sangariveira, um jovem de apenas vinte e dois (22) anos tirou a sua própria vida por enforcamento desconhecendo-se neste momento os reais motivos que o teriam levado a praticar aquele acto.

A polícia presume no entanto que o mesmo tenha abraçado a ideia por uma decepção amorosa, um fenómeno que tem vindo a preocupar as autoridades ao nível desta província.

A polícia diz ainda estar preocupada com corpos sem vida que tem vindo a ser encontrados tanto nas vias públicas e também no interior de residências e avança que vai fazer um trabalho apurado para poder compreender o que na verdade fez com que cidadãos morram de qualquer maneira nas vias públicas e para o efeito pede a colaboração dos cidadãos para que tal acção logre intentos desejados. (Jacinto Castiano)

LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas